05/02 – Dia da Internet Segura – Confira dicas para ter mais segurança na rede

O Dia da Internet Segura é uma iniciativa anual com o objetivo de conscientizar usuários e instituições sobre a importância do uso seguro, ético e responsável da Internet. A data é comemorada nesta terça-feira (5/2), e mobiliza mais de 140 países em prol da segurança online. No Brasil, por exemplo, uma pesquisa conduzida pelo Google com pais e professores em celebração ao dia revelou que 91% dos docentes precisam de mais recursos para ensinar sobre cibersegurança de maneira eficaz às crianças, que se conectam a partir dos dez anos, em média, à web.

Segundo o levantamento do buscador, entre as principais preocupações dos entrevistados estão privacidade, prevenir o cyberbullying, evitar conteúdo impróprio, compartilhar informações com cuidado e evitar golpes. Uma conduta imprudente online pode expor crianças e adolescentes ao contato com estranhos mal intencionados, mas não são só os menores de idade que estão sujeitos a riscos. Adultos são, com frequência, vítimas de golpes como phishing, vazamento de dados e sextorsão. Confira a seguir algumas recomendações para garantir uma navegação segura na Internet:

Não clique em e-mails suspeitos
O e-mail é uma forte fonte de ataque de cibercriminosos e um dos principais canais para a prática de phishing. É importante ter cuidado com mensagens que parecem ser do seu banco e solicitam troca de senha, alertam sobre tentativas de fraude à conta ou oferecem algum seguro de graça, por exemplo.

Para checar a veracidade do e-mail, confira o endereço do remetente e veja se a comunicação contém anexos com a extensão .exe. Se sim, é muito provável que esses arquivos carreguem vírus ou spyware. Não abra e apague a mensagem imediatamente. Vale lembrar que instituições governamentais, a polícia e o Poder Judiciário também são usados por criminosos nesse tipo de golpe.

Atualização constante
Certifique-se de que todos os seus dispositivos estejam totalmente atualizados para as versões mais recentes. Especialmente atualizações da Apple, Google, Microsoft e Adobe. Empresas de software e hardware lançam regularmente atualizações para corrigir vulnerabilidades de segurança que poderiam colocar seus usuários em risco. Não atualizar seu software é o equivalente a ignorar os recalls da fabricante de seu carro.

Pechincha? É cilada!
Suspeite de pechinchas “boas demais para ser verdade” e ofertas que você recebe por e-mail ou mensagem de texto. Os cibercriminosos usam a alta demanda por produtos e o desejo dos consumidores de economizar dinheiro como uma manobra para atrair vítimas inocentes.

Sites desconhecidos
Desconfie de sites com os quais você não está familiarizado. Prefira sites de e-commerce de boa reputação para fazer suas compras on-line. Se você decidir comprar mesmo assim, use um número de cartão temporário, fornecido pela maioria dos bancos hoje em dia. Os cibercriminosos podem facilmente criar sites falsos, às vezes fingindo ser um site respeitável, e atrair pessoas para infectá-los com malware ou solicitar informações pessoais ou financeiras.

Wi-Fi
Não se conecte às redes de WiFi desconhecidas ou sem senha. Os cibercriminosos podem criar redes falsas de WiFi que parecem ser legítimas, nomeando seu ponto de acesso após provedores de serviços de Internet comuns ou usando a palavra “grátis” no nome para que as pessoas tentem se conectar. Uma vez conectados, os bandidos podem assistir o que você fizer online (incluindo a captura de nomes de usuário, senhas, informações de cartão de crédito etc.).

Desligue o Bluetooth
Se você não estiver usando o Bluetooth do seu celular, desligue-o. Vulnerabilidades foram encontradas no Bluetooth que permitem que hackers acessem seus dispositivos sem o seu conhecimento.

Use antivírus
Use um antivírus de boa qualidade e mantenha-o atualizado. Realize também periodicamente varreduras completas, seja de seu computador ou de seu celular, garantindo assim a inexistência de arquivos suspeitos ou comprometidos em seus equipamentos.

Lembre-se que uma boa solução anti-vírus possui atualizações constantes, muitas vezes até mesmo mais que uma por dia.

Não use senhas fracas
Criar uma senha forte o suficiente para ação de invasores não tem nada a ver com criatividade, e sim com estratégia. Utilize números aleatórios e caracteres especiais, e evite o uso de palavras muito comuns ou de sequências numéricas (1234, por exemplo). Além disso, é importante adotar uma senha diferente para cada conta de e-mail, e-commerce e rede social que você visita regularmente. Outra dica é tentar elaborar códigos que tenham o mínimo de oito caracteres.

Se o site ou aplicativo oferecer a opção, inclua a verificação em duas etapas no cadastro. A funcionalidade tem o objetivo de dificultar acessos indevidos: quando o usuário digita a senha, o serviço em questão envia automaticamente um PIN ou algum outro código para confirmar a identidade.

Não concorde com os termos de uso das lojas virtuais sem lê-los antes
Se você já se cadastrou em um site de e-commerce, provavelmente pulou a leitura de um texto longo, exibido em letras pequenas, e marcou direto a opção “Eu concordo com os termos e condições de uso”. Embora comum entre os usuários da Internet, essa prática é prejudicial à segurança. Isso porque esse documento funciona como um contrato entre o comprador e a loja virtual e é indispensável para a segurança do negócio.

Os termos de uso tratam de questões como a incidência ou não de frete, juros e impostos; tempo de entrega dos produtos e possíveis procedimentos de estorno e programa de descontos. Nessa parte, é preciso prestar atenção se o texto esconde cláusulas que ferem o Código de Defesa do Consumidor. Já na Política de Privacidade, a empresa demonstra como cuidará e lidará com as informações privadas cadastradas pelos clientes em seu banco de dados. É importante saber, por exemplo, por quanto tempo esses dados serão armazenados na memória da loja e se serão ou não compartilhados com outras empresas.

Não poste fotografias ou vídeos sem autorização das pessoas envolvidas
Respeitar a privacidade alheia é uma atitude especialmente necessária no ambiente online. Caso deseje postar uma foto em que aparecem outras pessoas, certifique-se de que elas estão de acordo com a publicação. Se o registro envolve uma criança ou adolescente, a autorização deve ser pedida aos responsáveis. No ambiente escolar, jamais poste fotos ou vídeos dos alunos na Internet.

Vale lembrar que redes sociais como Facebook, Twitter e Instagram oferecem a opção de desativar a marcação automática de fotos, prevenindo a associação do perfil a fotos constrangedoras e indesejadas.

Não pratique violência online e denuncie cyberbullying
Praticar cyberbullying significa usar o espaço virtual para ofender, intimidar ou hostilizar alguém. Mais comum entre crianças e adolescentes, a atitude pode ser punida pela Legislação Brasileira se for interpretada como crime contra a honra praticado em meio virtual.

Uma das formas de coibir o cyberbullying é por meio da denúncia. Para isso, é importante não apenas copiar o link da postagem abusiva, já que ela pode ser deletada posteriormente, mas tirar prints do perfil do agressor e também dos comentários e encaminhar às autoridades responsáveis. Uma outra opção é denunciar a publicação na própria rede social. Além disso, também é possível denunciar práticas criminosas que ocorrem offline através de ouvidorias estaduais ou do site do Ministério Público, como no caso dos maus-tratos a animais.

Não deixe crianças usarem o PC sem controle parental
Embora a atual geração de crianças e adolescentes carregue o título de “nativos digitais”, a supervisão dos pais ainda é indispensável para garantir uma navegação segura. Nesse sentido, ferramentas de controle parental ajudam os responsáveis a proteger a privacidade dos filhos. O Instagram, rede social que conta com um grande número de usuários adolescentes, temo um guia com as principais ferramentas de segurança do aplicativo para dar suporte aos pais.

Fontes: ItForum/TechTudo

BiblioTQUIM: Compartilhe livros e conhecimento

A TQUIM implantou, em janeiro, a BiblioTQUIM. Localizada na sala de motoristas da sede da empresa em Diadema/SP, a iniciativa disponibiliza livros para empréstimo aos colaboradores.

O acervo está sendo montado por meio de doações e, após a leitura, o livro deve ser devolvido para que outros colaboradores também possam usufruir do que há de mais importante: o conhecimento.

Participe você também! Seja doando livros em bom estado (literatura brasileira, estrangeira, administração, outros temas), seja fazendo empréstimos.

TQUIM realiza primeira reunião de motoristas de 2019

No dia 12/1, realizamos nossa primeira reunião de motoristas, com profissionais do modal Carga Líquida a Granel.

Foram discutidos assuntos relacionados à Frota, Manutenção, Estação de Lavagem, Operações, RH, Qualidade, além dos indicadores de performance mensais e do Programa Olho Vivo na Estrada.

A próxima reunião de motoristas, com a equipe da Carga Embalada, está programada para o dia 09/02.

Treinamento em parceria com cliente

No dia 04/12, foi realizado, em nosso Armazém em São Bernardo do Campo/SP, um treinamento ministrado pelo cliente Adisseo.

Este treinamento específico teve como objetivo reforçar os procedimentos para as operações de recepção, armazenagem e distribuição de produtos embalados comercializados pela Adisseo. Também foram compartilhadas informações sobre a empresa e boas práticas, visando garantir a integridade dos produtos, em todas as fases do processo.

Este tipo de iniciativa é de grande valor, pois contribui para maior sinergia entre a TQUIM e o cliente, e entre as equipes, que trabalham de forma integrada e assertiva.

TQUIM programa 1º Encontro de Motoristas de filial de São José dos Pinhais

Em 10/11, realizaremos, em nossa filial de São José dos Pinhais/PR, o 1º Encontro de Motoristas da TQUIM, com o objetivo de celebrar as conquistas da unidade e premiar os motoristas com melhores performance no ano.

O evento contará com a presença da Diretoria e corpo gerencial da empresa, clientes, colaboradores da filial, realização de palestras e finalização com um almoço de confraternização.

Em breve, disponibilizaremos um resumo e fotos do evento.

TQUIM inicia novo ciclo de treinamentos do programa Olho Vivo na Estrada

No mês de outubro, iniciamos um novo ciclo de treinamentos de formação e reciclagens de nossos motoristas no Programa Olho Vivo na Estrada, ministrados pelo Sest Senat.

O programa, implementado e mantido na TQUIM desde 2002, tem como objetivo prevenir atitudes inseguras e, consequentemente, promover a redução de acidentes por meio da conscientização dos motoristas. O conceito básico do programa é de que, antes de um grande acidente, ocorreram pequenas falhas nas operações que não foram devidamente tratadas. O Olho Vivo na Estrada estimula o motorista a relatar estas falhas, possibilitando a adoção de ações corretivas, assim como a prevenção e eliminação de atitudes inseguras nas estradas.

Mensalmente, a TQUIM realizará turmas de treinamento com a participação de, em média, 20 motoristas, até que todos os nossos colaboradores, sejam da frota própria ou agregados, tenham sido reciclados no programa.

Para saber mais sobre o programa Olho Vivo na Estrada, clique aqui.

TQUIM patrocina evento beneficente Shoe Box Race

No dia 06/10, foi realizado o evento Shoe Box Race, no bairro Tamboré, em Barueri/SP. A TQUIM patrocinou o evento e contribuiu com cessão de caminhão para transporte e apoio logístico.

Promovida pela Igreja Presbiteriana de Alphaville, a corrida de carrinhos de rolimã proporcionou momentos de diversão para os participantes e arrecadou doações, como brinquedos e alimentos, que irão compor os kits do Projeto Caixa de Sapato, que serão doados a crianças no Natal.